Professora aborda o tema ansiedade na adolescência de forma inovadora em escola de Porto Alegre 

Projeto compartilhou uma série de dicas sobre como lidar com os pensamentos negativos e sintomas da ansiedade com os jovens

Com o objetivo de promover um ambiente escolar mais acolhedor e atento às emoções dos estudantes, a educadora Viviane Coimbra liderou um projeto inovador intitulado ‘’E essa tal de ansiedade?’’, na Escola Maria José Mabilde, localizada em Porto Alegre (RS). Com a participação ativa das turmas do 8º e 9º ano, a atividade visou abordar e enfrentar um desafio comum nessa fase da vida: a ansiedade.

Foto: arquivo pessoal da professora

Segundo a professora, ‘’a justificativa para a iniciativa é fundamentada na compreensão de que a adolescência é uma fase repleta de transformações físicas, sociais e emocionais’’. Essas mudanças frequentemente desencadeiam uma série de emoções intensas, sendo a ansiedade uma delas.  

‘’Reconhecendo a importância de fornecer ferramentas para lidar com esse fenômeno, o projeto concentrou-se em promover o acolhimento emocional por meio da escuta das experiências dos adolescentes que enfrentavam esse desafio’’, conta Viviane.

Foto: arquivo pessoal da professora

A ação foi dividida em três encontros. O ponto de partida foi uma roda de conversa que proporcionou um espaço seguro para os alunos expressarem suas preocupações e necessidades. Nesse momento, surgiram inúmeras dúvidas sobre o período da adolescência, marcado por transformações, angústias e medos. 

Após o acolhimento inicial, os participantes foram envolvidos em uma atividade psicoeducativa focada na ansiedade durante a adolescência. O objetivo era identificar sinais e gatilhos em diferentes situações. No segundo encontro, uma intervenção prática ofereceu dicas e técnicas simples para enfrentar a ansiedade.  

Foto: arquivo pessoal da professora

Uma das faces mais interessantes do projeto, vale ressaltar, foi a expressão artística dos educandos, que compartilharam suas emoções por meio de desenhos e frases. Com isso, o compilado desse material foi incorporado em um vídeo, que se tornou a culminância do projeto. O material produzido foi compartilhado com toda a comunidade escolar, promovendo a conscientização sobre a ansiedade na adolescência e as estratégias para enfrentá-la.

Além disso, para consolidar as aprendizagens, foram compartilhadas algumas dicas práticas que os alunos podem aplicar no dia a dia para lidar com pensamentos desagradáveis e sintomas de ansiedade. Entre essas sugestões estão a mudança de foco, a prática de técnicas de respiração, a imaginação de cenários opostos, a interação social e a inclusão de atividades prazerosas na rotina, como dança, artesanato, pintura, caminhada e leitura. 

‘’O projeto não apenas proporcionou ferramentas práticas para enfrentar a ansiedade, mas também fortaleceu os laços emocionais na comunidade escolar, reforçando a importância do cuidado com a saúde mental durante a adolescência’’, finalizou a professora.

E aí, professor(a), o que achou do projeto? Deixe seu comentário na matéria. 

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Parabéns professora Viviane, és uma ótima profissional, e demonstras através deste projeto a preocupação com a saúde mental destes adolescentes.

  2. Que projeto lindo! Quanta sensibilidade da prof Viviane! Parabéns!!

  3. É fundamental ter uma relação mais próxima com todos, pois assim nos sentiremos bem melhores, seja em casa, no trabalho… enfim amei o curso.

  4. Parabéns a professora Viviane!
    Ótimo trabalho..

  5. Este trabalho não só tratou da ansiedade, como também fortaleceu laços, fato extremamente importante para a confiança.