Todos de pé! Tirar os alunos das cadeiras pode melhorar aprendizagem da turma

Entenda como corpo e mente estão relacionados e saiba como aliar o movimento ao aprendizado dos seus alunos

No livro “Uma criança que se movimenta é uma criança que aprende”, Gill Connell e Cheryl Mc Carthy falam que o corpo é o primeiro professor do cérebro. Essa afirmação pode soar estranha, mas é verdadeira! Estranha porque, muitas vezes, chegamos a acreditar que o corpo atrapalha o aprendizado.

Em nossa cultura, a fragmentação entre corpo e mente é algo comum. Como adultos, vivemos essa fragmentação de diferentes formas: comendo mais do que precisamos, ficando com a mente acelerada e o corpo adormecido… Em alguns casos, essa ruptura pode até mesmo prejudicar nossa saúde.

Mente para um lado, corpo para o outro

Quando o assunto são crianças, falar da desconexão entre mente e corpo é coisa séria. Vale lembrar que a pandemia prejudicou o desenvolvimento de nossos alunos, com as crianças privadas de movimento.

Desde o nascimento e durante a infância, quanto mais os bebês e as crianças interagem com o entorno – objetos e pessoas –, mais redes neurais são formadas. O movimento não é responsável apenas pelas habilidades e capacidades físicas: corpo e mente se desenvolvem em conjunto.

Corpo e mente conectados

Segundo o educador André Trindade, “podemos afirmar que a criança aprende com o corpo, aprende fazendo, experimentando, errando, acertando, buscando soluções para os diversos desafios a partir da experiência prática. As habilidades de atenção, concentração e planejamento vêm sendo cada vez mais associadas à organização corporal”.

E não é exatamente isso que desejamos dos nossos alunos na sala de aula: atenção, concentração e planejamento?

O que é tão naturalmente conectado – corpo e mente – precisa de trabalho e intencionalidade pedagógica para se manter assim, ou mesmo para retomar este estado de conexão após o isolamento social.

Para dar uma mãozinha na inclusão de práticas que trabalham a integração do corpo nas situações de aprendizagem, compartilhamos abaixo algumas sugestões.

Além de fortalecer a conexão entre corpo e mente, essas atividades também podem ajudar nos momentos de perda da concentração ou agitação durante as aulas.

Confira!

Como dar espaço para o corpo em meio a protocolos de distanciamento?

Há muitas formas, com diferentes objetivos. Ajustando as propostas à faixa etária e interesses dos alunos, é possível propor várias atividades ou brincadeiras para acordar o corpo. São propostas de transição que favorecem uma integração entre mente e corpo com um convite ao movimento.

Brincadeiras de mão, com os pés, com palavras

Há todo um repertório em nossa cultura popular que pode ser resgatado e que, respeitando os protocolos de segurança, podem criar janelas de diversão e bem-estar ao grupo.

Colocamos aqui apenas um exemplo de como cantar e brincar faz toda a diferença em nosso corpo e em nossas emoções:

Bate o monjolo no pilão
Pega a mandioca pra fazer farinha
Onde foi parar o meu tostão
Ele foi para a vizinha.

Veja que bacana como o Grupo Tiquequê propõe essa brincadeira clicando AQUI.

O corpo e a cultura

Você sabia que a palavra “cultura” vem de cultivo? E que “brincar” vem de vincular”? As educadoras Flora Barcellos e Lydia Hortélio ampliam nosso olhar sobre a cultura popular e fazem um delicioso convite de levá-la para a sala de aula, contribuindo com a construção de novas relações com o corpo e com o aprendizado. Confira AQUI.

Esse conteúdo faz parte da Jornada Corpo, nosso curso 100% online, gratuito e certificado! Acesse e se inscreva!

E para as crianças maiores, jovens e adultos?

Independentemente da faixa etária, sempre é tempo para se conectar com o próprio corpo. Ao ingressar no Ensino Fundamental e daí para a frente, a desconexão entre corpo e mente aumenta. Isso acontece porque os alunos passam cada vez mais tempo parados, sentados em suas carteiras – ou, durante o ensino remoto, sentados de frente para o computador.

Desse modo, o movimento deve ser incentivado no sentido de trazer presença ao corpo. Atividades assim também podem ajudar a espantar o cansaço e nos momentos de perda de concentração.

Sugerimos abaixo algumas práticas inspiradoras!

Caminhar meditando

Quando ouvimos a palavra meditação, na maior parte das vezes pensamos numa imagem associada à postura corporal sentada. Mas não necessariamente precisa ser assim.

A meditação em movimento, ou walking meditation, é um exercício que favorece a conexão com si mesmo e com o universo, trazendo a atenção para o momento presente. Na escola, essa prática pode ser realizada em grupo, com um convite a contemplação de um espaço ou trajeto. Uma breve caminhada de 5 minutos, realizada a passos lentos observando algo novo dentro do “velho conhecido”, pode contribuir para trazer abertura e leveza para a rotina, ajudando com o cansaço e a desmotivação.

Exercícios de relaxamento

Relaxar nem sempre é fácil, e dentro de um espaço coletivo como a sala de aula, fechar os olhos e mantê-los assim pode ser um desafio.

Por isso, uma música agradável pode criar um ambiente propício para a realização do exercício.

Procure planejar esse exercício com antecedência e experimente com você. Há muitas formas de fazê-lo e não há um certo ou errado. Pode ser como uma meditação guiada, em que vamos narrando uma cena agradável em um lugar agradável; pode ser apenas apreciando uma bela música enquanto observa as sensações que ela nos traz.

Sabemos que a rotina pode ser desgastante tanto para nós, quanto para nossos alunos. Momentos de relaxamento nos ajudam a dar aquele gás para o resto do dia ou da semana!

Exercícios de respiração

Assim como os exercício de relaxamento, quanto mais praticamos, melhor é o resultado!

Existem vários exercícios envolvendo a respiração, desde observar quais partes do corpo se mexem enquanto respiramos, até comparar a temperatura do ar quando entre pelas narinas e quando sai.

Um mesmo exercício pode ser repetido inúmeras vezes com objetivo de trazer um sentido de atenção e presença.

Na Jornada Mente, você encontra outros exemplos para se inspirar! Confira AQUI.

Um convite à prática

Você também acredita na importância do movimento para o aprendizado?

Comente aqui embaixo se você tem alguma proposta criativa que possa ser feita com os alunos para acordar o corpo. Pode ser um jogo de ritmo, coordenação, exploração sensorial… Pode usar música, dança, instrumentos, brincadeiras…

Deixe a criativa voar!

As propostas que chegarem serão organizadas e compartilhadas na Comunidade Vivescer, nossa rede social exclusiva para professores.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Brincadeira da cadeira, cobra seca, morto vivo são brincadeiras que movimenta o corpo o raciocínio tbm

  2. Boa noite,gosto de brincar do morto vivo, brincadeira de roda e amarelinha que trabalhar o movimento corporal e raciocínio lógico

  3. Acho ótimo já era fã agora vou colocar em prática ,o relaxamento do corpo e da mente é maravilhoso .

    1. Sujestão .Cabeça ombro joelho e pé , movimentar todo corpo ,da música meu boneco de lata .

      1. Uma brincadeira neste mesmo estilo é o mão na bola. Uma criança senta-se em frente a outra e uma bola entre elas, vc vai dando comandos tipo: mão na orelha, mão no joelho mão no cotovelo…e quando falar mão na bola ,o primeiro a tocar continua e o outro dá a vez para o próximo a entrar na brincadeira.

    1. Dança / risadas/ ouvir as ideias das crianças elas solam risadas essa é um forma corporal. Exemplo : Professora como é ser gente grande? Meu pai fala cresce e apareça kkkkkk

  4. Gosto de organizar a sala de aula em círculo, pois além de mais didático, torna o grupo mais intimo e posso ver todos ao mesmo tempo, o que nos lembra uma roda de amigos e assim os conflitos tendem a ser menos frequentes e o mais importante, nos igualarmos no ” tete-a-tete”, pois somos todos iguais, certo?

    1. Perfeita sua colocação, em roda todos podem se olhar, aumenta a conexão do grupo e atenção uma vez que não precisam virar-se para ver ou falar com o amigo. Um abraço. Parabéns!

  5. Adoro e ver as crianças brincando, as troca informações, as interações…
    As atividades compartilhadas dos colegas, enriquece mesmo o nosso dia a dia.
    Sim o corpo fala.

  6. Adoro e ver as crianças brincando, as troca informações, as interações…

  7. Desenvolvi uma atividade com eles que amaram como estoura balão e outro foi venda no olho pra adivinhar qual era o colega que ele estava tocando

  8. Quando eu era criança sempre brincava de uma brincadeira de roda assim”plantei um pé de alface a chuva quebrou o galho,plantei um pé de alface a chuva quebrou um galho, rebola chuchu rebola ,rebola se não eu Caio,rebola chuchu rebola rebola se não eu Caio” sempre faço com as crianças e elas amam.

  9. Olá, fiquei feliz com esta matéria, já faço a algum tempo as práticas aqui sugeridas. Este ano estou com uma turma de mat2 crianças de 3 a 4 e diariamente na rodinha fazemos a prática do silêncio e da respiração, as vezes com música outras sem. Caminhamos na área externa vagarosamente imitando formiguinhas ou tartaruga e vamos observando as árvores, borboletas, as nuvens….e é maravilhoso como as crianças vão se organizando internamente . Parabéns pelo trabalho de vocês e muita gratidão.

    1. Uma atividade que gosto é eles também é a leitura espontânea, intuitiva ou leitura de imagens. Sentados em roda, distribuo no tatame alguns livros para livre escolha, uma criança lê para as demais que também vão participando, dialogando com a fala do colega “leitura turma é de mat2, durante uma dessas leituras com o livro “Tem bicho que gosta” a criança que lia sugeriu que o animal estava triste, então perguntei: – como você sabe que ele está triste? Ao que ele respondeu: por causa do olho dele. Foi lindo demais ! Várias outras emoções acontecem em todos os momentos da leitura o que os acalma e os faz amar os livros e quere ler cada vez mais.

  10. Boa noite, gosto muito de construir cordel usando o nome de cada aluno da turma, é maravilhoso como eles reagem ao momento e se supreendem com aquele momento como se fosse uma viagem para outro planeta.

  11. Right here is the right site for anybody who hopes to understand this
    topic. You understand a whole lot its almost hard to argue with you (not that I actually would want to…HaHa).
    You certainly put a brand new spin on a topic that has been written about for many years.
    Great stuff, just excellent!

  12. Hi, I do believe this is an excellent site. I stumbledupon it
    😉 I may come back yet again since i have book-marked it.
    Money and freedom is the greatest way to change, may you
    be rich and continue to guide others.

  13. Remarkable issues here. I am very happy to look your article.
    Thank you so much and I am taking a look ahead to touch
    you. Will you kindly drop me a mail?

  14. Thanks for some other informative web site.

    Where else could I get that kind of information written in such an ideal approach?
    I’ve a mission that I’m just now operating on, and I’ve been on the look out for such information.

  15. The other day, while I was at work, my cousin stole my apple ipad and tested to see
    if it can survive a 25 foot drop, just so she can be a
    youtube sensation. My apple ipad is now destroyed and she has 83
    views. I know this is completely off topic but I
    had to share it with someone!

  16. Hmm is anyone else having problems with the pictures
    on this blog loading? I’m trying to figure out if
    its a problem on my end or if it’s the blog. Any feed-back would be greatly appreciated.

  17. Since the admin of this website is working, no hesitation very shortly it will be well-known, due to its feature contents.

  18. Do you mind if I quote a couple of your articles as long as I provide credit and sources back to your webpage?My blog is in the very same niche as yours and my userswould definitely benefit from a lot of the information you present here.Please let me know if this alright with you.Cheers!

  19. I’m extremely impressed along with your writing abilities
    as well as with the structure for your weblog.
    Is this a paid subject or did you modify it your self?
    Either way keep up the excellent high quality writing, it’s
    uncommon to peer a nice blog like this one these days..

  20. I do not know if it’s just me or if perhaps everybody else encountering problems withyour website. It seems like some of the written text on your content are running off the screen. Can someone elseplease comment and let me know if this is happening to them as well?This might be a problem with my internet browser because I’vehad this happen previously. Many thanks