Escola trabalha com a natureza e estimula o desenvolvimento socioemocional dos estudantes durante a pandemia

Localizada ao lado do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, a escola Vila Verde combina autoconhecimento,valorização das emoções dos alunos, protagonismo, trabalho por projetos, independência e autonomia.

A frase ‘a natureza é uma escola’ ganha novo significado na escola Vila Verde, localizada ao lado do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso, em Goiás. Gerida pelo Instituto Caminho do Meio, a instituição usa sua área de 46 hectares e uma abordagem de ensino considerada inovadora e criativa para incentivar que alunos aprendam sobre o entorno e sobre suas próprias emoções.

Para Daniela Razuk, professora de turmas de oitavo e nono ano do Ensino Fundamental e membro da coordenação pedagógica, foi justamente essa abordagem voltada ao socioemocional que ajudou os alunos a lidarem melhor com a pandemia. Ela explica que, além do fato de os estudantes já estarem acostumados a falar sobre seus sentimentos, entendendo que existe essa abertura na escola e que se trata de um espaço seguro, as práticas online durante aulas remotas tiveram muitas conversas com esse caráter.

“Queríamos entender como nossas crianças e jovens estavam se sentindo, como foram as adaptações e quais eram as expectativas de futuro. Entendemos que, principalmente no começo da quarentena, era fundamental priorizar no currículo o trabalho com questões socioemocionais para que eles tivessem mais esse espaço de expressão e vazão de seus pensamentos”, afirma a professora, que também já esteve na gestão da escola em 2020.

 

Práticas pedagógicas e o socioemocional

A conversa sobre os sentimentos e as vivências durante a pandemia também apareceram em propostas pedagógicas ainda em 2020, como nas aulas de língua portuguesa para os anos finais do ensino fundamental. O projeto “Memórias de uma Quarentena” uniu o aprendizado de gêneros literários e os sentimentos. “Em uma semana, os estudantes aprenderam sobre poesia e as métricas, e depois precisaram escrever um poema sobre como se sentiram durante o ano. Em seguida, foi a vez de contar o fato mais engraçado do ano em um texto narrativo. Os alunos também aprenderam a fazer entrevistas, e conversaram com algum familiar sobre a vivência em quarentena”, explica Daniela.

Para a professora, esse trabalho com as emoções está muito relacionado à missão da escola de educar para a felicidade. Esse bem-estar está intimamente conectado ao autoconhecimento. Por isso, se expressar e refletir sobre seus sentimentos é uma forma de, primeiro, entender como cada pessoa funciona, o que faz bem ou não para cada um e o que é possível fazer para se sentir melhor.

“Esse processo de [os estudantes] reconhecerem e colocarem para fora tudo o que foi vivenciado e sentido, como ansiedade, medo e tristeza, foi a forma que encontramos para garantir um espaço para tudo isso sair de cada um e, uma vez no mundo, pensarmos juntos o que poderíamos fazer para ter uma adaptação melhor e mais saudável diante desse cenário. A busca da felicidade foi nesse sentido, de se adaptar à nova realidade, aceitá-la e, dentro dessa aceitação, buscar válvulas que te deixam melhor.”

 

Emoções, trabalho por projetos e o protagonismo estudantil

A pandemia trouxe, para muitas escolas, algo que já era institucionalizado na escola Vila Verde: o trabalho por projetos. Para Daniela, o fato dessa prática já estar internalizada entre os estudantes e ser encarada como algo do dia a dia da instituição foi de grande ajuda durante a adaptação para o mundo online. Isso porque os alunos já tinham a autonomia e consciência necessária para realizar suas pesquisas de forma independente.

“Observamos que os estudantes que mais estavam sofrendo nessa transição eram de escolas mais tradicionais, onde estavam acostumados a receber todas as orientações dos professores. Nós não tivemos dificuldade nenhuma nesse sentido, porque nossos alunos estão habituados e encaram com naturalidade essa independência. Há tranquilidade para buscarem as informações, enquanto os encontros online ficam reservados para professores tirarem dúvidas e orientarem”, explica a professora.

Além disso, a consciência dos estudantes também facilitou que eles participassem das decisões tomadas pela escola e pudessem, aos poucos, lapidar as práticas durante a pandemia. “Nós dialogamos muito abertamente, perguntando como poderíamos adaptar para que todo o processo ficasse mais leve. E eles realmente deram dicas, opiniões e sugestões sensatas e pertinentes e entenderam que, até certo ponto, poderíamos mudar, mas que em outros assuntos não havia o que fazer, então também foi um aprendizado de lidar com a própria frustração.”

 

Retomada verde no ensino híbrido

Ainda em 2020, a coordenação da escola, juntamente com os professores, percebeu a importância de diversificar as propostas pedagógicas para os estudantes e incentivar que desenvolvessem projetos mais práticos e menos teóricos, com o objetivo de ampliar os estímulos e reduzir o tempo de tela. “Começamos a estimular que os alunos desenvolvessem projetos ligados à saúde física, mental e aspectos relacionados à natureza, sugerindo informações sobre plantio, como fazer uma horta no quintal ou apartamento. Além disso, reforçamos a importância de praticar exercício físico, fazer alongamentos e priorizar atividades que fossem boas para o corpo e a mente.”

Pensar em práticas alternativas será, inclusive, algo a ser mantido na retomada gradual das aulas presenciais. Seguindo as diretrizes de retorno com apenas 30% da capacidade, Daniela explica que a equipe da escola tem discutido sobre formas de aproveitar melhor os momentos presenciais, unindo a necessidade de estar ao ar livre por conta da pandemia, com os benefícios que essa vivência traz aos estudantes.

Para a professora, uma das práticas que foi prejudicada em 2020 e que poderá ser resgatada nesse retorno é a vivência do lado artístico com pinturas e desenhos, que indiretamente está relacionado à regulação das emoções.

“Estamos pensando em manter a parte mais formal, do desenvolvimento de projetos, de forma online para que, quando estivermos na escola, possamos fazer atividades juntos, respeitando o distanciamento. É um movimento de resgatar a sociabilidade, o que não significa estar em contato físico, mas estar junto, mesmo que distante, nessas micro-sociedades que são a escola e as turmas”, completa.

 

Foto: jcomp/Freepik 

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Hey there! I just wanted to ask if you ever have any trouble with hackers?
    My last blog (wordpress) was hacked and I ended
    up losing many months of hard work due to no back up.
    Do you have any methods to protect against hackers?

  2. You ought to be a part of a contest for one of the most useful blogs on the web.

    I will recommend this site!

  3. Yesterday, while I was at work, my cousin stole my iPad and tested to see
    if it can survive a 40 foot drop, just so she can be a youtube sensation. My apple
    ipad is now destroyed and she has 83 views. I know this is totally off topic but I
    had to share it with someone!

  4. Hey! I just wanted to ask if you ever have any trouble with hackers?
    My last blog (wordpress) was hacked and I ended up losing
    a few months of hard work due to no backup. Do you have any solutions
    to stop hackers?

  5. Hi to every one, the contents present at this web site are genuinely amazing for people experience, well,
    keep up the good work fellows.

  6. Hello i am kavin, its my first time to commenting anywhere,
    when i read this post i thought i could also create
    comment due to this brilliant post.

  7. Everything is very open with a really clear explanation of the issues.It was truly informative. Your site is very useful.Thank you for sharing!

  8. Attractive portion of content. I simply stumbled upon your site
    and in accession capital to say that I get actually enjoyed account your
    blog posts. Anyway I will be subscribing on your feeds
    and even I success you access consistently fast.

  9. I like the valuable information you provide to your articles.I will bookmark your weblog and check once more right here regularly.I’m somewhat sure I will be told many new stuff proper right here!Best of luck for the next!

  10. Hello, I think your blog might be having browser compatibility issues.
    When I look at your website in Chrome, it looks fine but when opening in Internet Explorer, it has some overlapping.
    I just wanted to give you a quick heads up! Other then that, fantastic blog!

  11. It’s really a nice and helpful piece of info. I am satisfied that you
    simply shared this useful information with us. Please stay us up to date like this.

    Thanks for sharing.

  12. I’m extremely impressed together with your writing abilities
    as well as with the format to your blog. Is that this a paid theme or did you modify it
    yourself? Anyway stay up the nice high quality writing, it’s uncommon to
    look a great weblog like this one nowadays..

  13. I read this paragraph completely about the resemblanceof hottest and preceding technologies, it’s amazing article.

  14. Hi every one, here every one is sharing such know-how, therefore it’s fastidious to
    read this weblog, and I used to go to see this weblog everyday.

  15. Good day! This post could not be written any better! Reading through this post reminds me of my previous room mate!He always kept talking about this. I will forward this page to him.Fairly certain he will have a good read. Thank you for sharing!

  16. I pay a quick visit each day some websites and sites to read posts, except this web site presents quality based writing.